HIDROGEOLOGIA (APLICAÇÃO GEOFÍSICA/PERFILAGEM GEOFÍSICA)

  • Hidrogeologia: A Hidrogeologia é a ciência que estuda os processos de acumulação de água no subsolo, as leis que regem a sua movimentação, desde o processo de infiltração ao fluxo subterrânea, a qualidade físico-química amarrada a geologia local e como essa mesma qualidade pode interferir na saúde humana, animal e vegetal para determinado lugar. Com a execução das visitas de campo focadas nos levantamentos a nível de Hidrogeologia, assume-se também a utilização de outras ferramentas, como: Geologia Estrutural e Geomorfologia, permitindo que o Geólogo tenha embasamento para indicar, com melhor grau de certeza, os locais propícios para se perfurar os poços tubulares profundos e ter produção de água subterrânea.
  • Aplicação Geofísica : A geofísica trata-se de uma ferramenta da Geologia, que busca a localização do melhor ponto de perfuração. Esse método é baseado no parâmetro físico da Eletrorresistividade, que será executado na superfície do terreno e fornecerá como produto, um relatório de viabilidade para a perfuração desse Poço tubular Profundo. Toda a interpretação e assessoramento será realizado pela nossa equipe de Geólogos, para conferir ao cliente um melhor atendimento.
  • Perfilagem Geofísica: Operação realizada no Poço Tubular recém perfurado, aplicados em ambientes de sedimento e rocha sedimentar, com a finalidade de analisar em detalhe o subsolo, para assegurar a correta colocação dos filtros nos locais mais adequados, buscando sempre a melhor produção de água para esse Poço.

 


 

PERFURAÇÃO DE POÇOS TUBULARES (SEDIMENTO E ROCHA)

  • Perfuração de Poço Tubular Sedimentar (Sedimento): As rochas sedimentares e sedimentos são materiais geológicos, normalmente de baixa coesão, que possuem espaços entre e intra-granulares, que poderão ser ocupados por água. Estas características podem conferir permeabilidade e porosidade ao terreno, refletindo diretamente na produção do poço e na técnica construtiva que será implicada. Os Poços Tubulares construídos nessa região correm o grande risco do desmoronamento, por esse motivo, devem ser totalmente revestidos com tubulações em Geomecânico. Toda essa coluna de revestimento deve ser corretamente montada, a fim de posicionar os Revestimentos Cegos e Filtros na devidas camadas perfuradas, permitindo a transmissão de água para o poço.
  • Perfuração de Poço Tubular Cristalino (Rocha): Enquadram-se neste tipo, todos os Poços Tubulares construídos em regiões rochosas (rocha cristalina), onde será necessária somente a utilização de revestimentos nas camadas de capeamento de solo ou de rocha inconsolidada. As rochas cristalinas possuem algumas particularidades, essas possuem porosidade e permeabilidade quase nulas, dessa forma, a água passa a ser é transmitida e armazenadas por fendas e fraturas. São muitos os tipos de rochas cristalinas, mas de maneira geral, essas permitem que as paredes do Poço Tubular sustente-se, não ocorrendo desmoronamentos.

 


 

POÇOS DE MONITORAMENTO

  • Esses Poços Tubulares, normalmente possuem diâmetros e metragens reduzidas, e podem ser aplicados em diversas circunstâncias, como: obtenção de amostras de água subterrânea, para que essas sejam submetidas a análises físico-químicas principalmente, a fim de avaliar caso um Poço Tubular de produção ou área possam ser alvos ou estejam já contaminados. Além de medições de níveis hidrodinâmicos, embasando estudo maiores aplicados na Hidrogeologia.

 


 

MANUTENÇÃO PREVENTIVA (HIGIENIZAÇÃO, INSPEÇÃO GERAL DE POÇOS)

  • Frente a grande procura por água subterrânea através de Poços Tubulares, principalmente ligado ao atendimento do abastecimento doméstico particular, criou-se todo um processo de normatização a fim de regularizar a explotação dos aquíferos. Dessa forma foi publicada a lei 11.427/1997 e seu decreto 20.423/1998, dispondo sobre o uso da água subterrânea no estado do ES. Posteriormente, o Conselho Estadual de Recursos Hídricos do ES aprovou a resolução em 01/2010 e 03/2010 que dita sobre a obrigatoriedade da realização de manutenções preventivas de Poços Tubulares, com a elaboração e apresentação de relatório técnico.O serviço de Manutenção Preventiva resume-se na remoção e revisão do conjunto submerso já instalado, descida do material de limpeza, aplicação de um produto específico desincrustante e floculante, injeção de ar, expurga do produto, remoção do material de limpeza, instalação do conjunto submerso revisado, vistoria no quadro de comando e funcionamento do Poço Tubular.

A legislação em vigor recomenda que esse serviço seja cumprido semestralmente.

 


 

MANUTENÇÃO CORRETIVA

O serviço de manutenção corretiva é cumprido principalmente para clientes que fazem o uso da água nos seus processos de produção industrial ou fazem utilização em irrigação, ou seja, não envolvendo o consumo humano. A sua execução é muito semelhante a Manutenção Preventiva, cumprindo todas as etapas com a mesma responsabilidade técnica.

A legislação em vigor recomenda, para esses clientes, manutenções anuais.

 


RECUPERAÇÃO E ADEQUAÇÃO DE POÇOS TUBULARES

A falta de manutenções preventivas e capacitação técnica da empresa perfuradora pode conferir ao Poço Tubular graves problemas, como a perca de conjunto submerso, perca de qualidade da água e vazão, desmoronamentos, rompimento de revestimentos, dentre outros. Em muitas situações são problemas que possuem remediação e podem ser corrigidos, como: re-encamisamentos e pescarias.

Atrelado a esse serviço, também é executado a adequação do Poço Tubular, como: Teste de Vazão, Construção da Laje de Proteção e Instalação do Tubo de Boca.

 


 

TAMPONAMENTO DE POÇO TUBULAR

Tamponamento de poços: tamponamento significa um conjunto de procedimentos empregados no preenchimento de um poço ou de uma perfuração de pesquisa por calda de cimento, bentônica, brita ou outros materiais inertes, com objetivo de restabelecer as condições originais do aquífero e evitar contaminação. O procedimento visa a desativação de poços tubulares que, por qualquer motivo, foram abandonados ou não atenderam às normas de construção de poços, previstas pelas NBR 12.212 e 12.244 da ABNT (associação brasileira de normas técnicas), ou que ainda apresentem algum risco de contaminação, inviabilizando a sua utilização. O objetivo de um tamponamento deve ser primordialmente preventivo, ou seja, eliminar qualquer possibilidade da penetração de poluentes no(s) aquífero(s).

 


 

TESTE DE BOMBEAMENTO / VAZÃO

Trata-se da instalação de um conjunto submerso teste, que será posicionada em determinada profundidade no interior do Poço Tubular, para quantificação da vazão máxima de explotação. Nesse teste também da informações hidrodinâmicas, como: Estática, Dinâmica e Tempo de Recuperação. Todas essas informações são fundamentais para o correto dimensionamento do conjunto submerso.

 


 

PERFILAGEM ÓTICA / FILMAGEM DE POÇOS TUBULARES PROFUNDOS

  • Inúmeras tecnologias têm sido desenvolvidas tanto para perfuração de poços profundos quanto para recuperação e reabilitação de poços já em operação. Uma das tecnologias adotadas e hoje em crescente desenvolvimento e a vídeo-inspeção para poços tubulares. Trata-se de uma ferramenta que auxilia no diagnóstico de problemas construtivos e/ou de contaminação do aquífero, de fundamental importância para aumento da vida útil dos poços tubulares.
  • A metodologia adotada resume-se na introdução, pelo centro do poço a ser avaliado, de uma câmera filmadora digital a cores, especifica para esta finalidade, a prova d’água, com visada de fundo e lateral, com iluminação própria. Essa câmera, juntamente com outros acessórios, nos permite filmar e registrar as condições físicas do poço. Com esse resultado podemos diagnosticar de forma mais precisa os problemas existentes no interior do poço, e consequentemente estabelecer ações objetivando recuperá-lo.

 


 

LICENCIAMENTO DE POÇOS TUBULARES

Todo Poço Tubular deve ser cadastro junto aos órgãos legisladores e fiscalizadores competentes, a fim que tenha-se o devido gerenciamento de águas por esses. Esse cadastramento deve ser realizado tanto em âmbito nacional, quanto estadual. Junto a esse cadastramento deve-se sempre cumprir com as devidas emissões de ART – Anotação de Responsabilidade Técnica, junto ao CREA, para todos os serviços técnico executados, dessa forma, assegura-se a qualidade e o acompanhamento de um responsável graduado pela atividade em questão.


 

FORMULAÇÃO DE DOCUMENTAÇÃO DE POÇO TUBULAR

Ao dar-se por concluída a construção de um Poço Tubular, deve ser disponibilizado ao cliente toda a sua documentação a nível de projeto construtivo, produção e de legislação. A nível de projeto, todo Poço Tubular deve ter o Perfil Construtivo, onde são especificadas informações, como: diâmetros de perfuração, geologia local, pontos de entradas de água, profundidades, materiais aplicados e dados de hidrodinâmica.

 


 

PROJETO DE CONSTRUÇÃO DE POÇOS TUBULARES

Um dos aspectos mais importantes na elaboração de um projeto de captação de água subterrânea, diz respeito à abordagem para se viabilizar o empreendimento. As ciências naturais como a geologia, utiliza-se da abordagem investigativa e dedutiva. O técnico deve usar todos os dados e recursos investigativos de campo e escritório disponíveis, para permitir a interpretação mais aproximada possível do objeto de estudo, suas abrangências e limitações para elaborar diagnóstico sobre a capacidade, profundidade e métodos construtivos adequados para a explotação do aquífero.


 

ESTUDO DE POTENCIALIZAÇÃO DE PRODUÇÃO DA ÁGUA

  • Esse serviço baseia-se no assessoramento dos clientes quanto a gestão interna do seu consumo hídrico. Diversos clientes, como: condomínios, empresas, clubes e propriedades agrícolas, sofrem ou são prejudicadas pela interrupção do fornecimento de água, atrelada a uma falta de fontes alternativas de água. No cumprimento desse serviço, primeiramente é realizado um levantamento de todos as fontes de entrada do cliente e todas as saídas (consumo).

 

  • Em um segundo momento é repassado ao cliente qual deverá ser a melhor solução em abastecimento a ser aplicada. Todo esse levantamento é realizado por profissionais da área, fornecendo ao final um relatório técnico descritivo ao cliente, com a devida solução mais cabível.

 


 

INSTALAÇÃO DE MOTOBOMBAS SUBMERSAS E QUADRO DE COMANDO

Todo o material de instalação que permitirá a utilização do Poço Tubular deverá ser criteriosamente dimensionado. Nessa etapa são levados em consideração todos os dados construtivos e hidrodinâmicos do Poço Tubular, além das informações de distância e desnível até o reservatório. São dimensionados nessa etapa o conjunto submerso, cabeamento elétricos, tubulação edutora, conexões, quadro de comando e cabo de aço.

Um dimensionamento incorreto pode causar queima de conjunto submerso ou queda de conjunto para o interior do Poço Tubular.

 


 

VENDA DE EQUIPAMENTOS HIDRÁULICOS, MATERIAIS PARA INSTALAÇÃO, RESERVATÓRIO DE ÁGUA E COMPLETAÇÃO DE POÇO TUBULAR

 

Vendemos todos os materiais empregados desde a construção a fase de instalação do Poço Tubular, como:

  • Construção: Bentonita, Pré-filtro, Revestimentos Cegos e Revestimentos Filtros.
  • Instalação do Poço Tubular: Conjunto Submerso, Tubulação Edutora, Conexões em Bronze, Cabo de Aço, Cabeamento Elétrico, Quadro de Comando e Componentes Elétricos.
  • Reservatórios de água revestida com “gel coat”.

 


 

ANÁLISE DE ÁGUA (FÍSICO-QUÍMICA E MICROBIOLÓGICA)

  • A água para ser consumida pelo homem não pode conter substâncias dissolvidas em níveis tóxicos e nem transportar em suspensão microrganismos patogênicos que provocam doenças.
  • A forma de avaliar a sua qualidade é através das análises físico-químicas e micro-bacteriológicas realizadas por laboratórios especializados. No brasil, existem padrões de potabilidade regidos por portarias e resoluções legais, que dão subsídios aos laboratórios na expedição de seus laudos.

 


 

TRATAMENTO DA ÁGUA

  • O tratamento de água consiste na remoção de impurezas e contaminantes antes de destiná-la ao consumo. Isso porque a água sempre contém resíduos das substâncias presentes no meio ambiente como micro-organismos e sais minerais dissolvidos, necessitando em alguns casos, de tratamento para remover as impurezas que podem ser prejudiciais ao homem.
  • O tratamento da água varia conforme a sua captação. Se ela for em águas subterrâneas de Poços Tubulares, geralmente dispensa tratamento, pois essas águas são naturalmente filtradas pelo solo e, como não estão expostas, provavelmente não foram contaminadas. Necessitando apenas de uma desinfecção com cloro. O tratamento da água é a principal forma de prevenir doenças.